Notícias: Meu bebê chora demais. É cólica ?


Se o seu filho tem menos de 5 meses e chora inconsolavelmente, ainda que tudo pareça estar bem,  há boas chances de ser cólica. É normal que bebês chorem quando estão com fome, molhados, assustados ou cansados, mas crianças com cólica choram sem parar e nada consegue lhes dar conforto ou consolo.

Mas como identificar a cólica?

Ela costuma aparecer por volta de duas a três semanas após o nascimento e pode ser identificada pelos seguintes sintomas:

  • É difícil acalmar o bebê nas crises de choro;
  • Ele encolhe as perninhas e arqueia as costas para trás, estica-se e se espreme enquanto chora
  • Ele solta puns quando chora
  • A cólica ataca no fim da tarde e à noite. E o pico das crises acontecem nos bebês que têm por volta de 6 semanas de vida.

E como posso ajudar meu bebê?

Ainda não se sabe exatamente o que provoca a cólica. Cerca de 20 por cento dos bebês apresentam cólica, sejam meninos, meninas, amamentados no peito ou na mamadeira. Uma das hipóteses mais fortes é a de que o sistema digestivo do bebê ainda é imaturo, o que faz a barriga doer em reação a algumas substâncias do leite materno ou do leite artificial. 

Ou seja, é sempre bom procurar o seu pediatra e compartilhar o que está acontecendo. No caso da amamentação, pode-se fazer algumas mudanças simples que têm efeito bastante positivo. Se o leite for da mamadeira, experimente trocar a marca. Caso seja no peito, é importante que a mãe evite alimentos que causam gases nela mesma, como  leite, chocolate, brócolis, couve-flor, repolho, feijão, cebola e comidas apimentadas. Mas lembre-se de que uma mãe que amamenta precisa se alimentar bem, e que o leite materno é o melhor para o bebê (bebês que tomam fórmula também têm cólica!).

Existem ainda algumas táticas que se pode usar em casos de crises:

  • Enrole o bebê bem apertadinho numa manta. O calor ajuda a acalmar as cólicas.
  • Experimente mantê-lo num ambiente sem muitos estímulos, com pouca luz e pouco barulho. Se você achar que segurá-lo no colo não está adiantando, tente colocá-lo por alguns minutos no berço.

Como você já deve ter descoberto, o bebê chora menos quando está em movimento. Por isso, movimente-se com ele. No caso do choro desesperador da cólica, não adianta ficar se preocupando em acostumar mal o bebê.

Barulhos constantes ou rítmicos, como o do ventilador ou secador, acalmam alguns bebês.

Chupar o dedo ou a chupeta pode acalmar o bebê. Você também pode fazer uma massagem leve.

E se nada disso adiantar, muita calma e paciência. Às mamães, que costumam passar mais tempo acalmando seus bebês, peça ajuda. Reveze. Como tudo nessa vida, vai passar.







Compartilhe





Coloque seu e-mail para receber nossa newsletter

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS