Notícias: Asma Infantil


Dificuldade de respirar? Tosse? Chiado no peito?

Fique atento! Seu filho pode ter asma. Conhecida no meio pediátrico como a doença mais comum na infância, a asma infantil é uma inflamação crônica que acomete os pulmões e as vias aéreas - canais que levam e retiram o ar dos pulmões. 

É imprescindível que crianças com asma tenham acompanhamento médico regularmente, como forma de evitar e tratar crises asmáticas e para que recebam tratamento adequado de acordo com a idade e suas necessidades. 

Principais causas

Não há uma causa exata que provoque a asma, já que cada um apresenta tipos de expressão diferentes, por isso é importante saber e entender o que causa as crises no seu filho e assim, tentar reduzir a exposição aos agentes alérgenos como ácaros, poeira, poluição, mofo, pelo de animais, fumaça de cigarro, tinta, produtos de limpeza e até mesmo alguns tipos de alimentos. Alergias alimentares, inclusive, podem causar crises violentas de asma infantil. 

Sintomas

Os sintomas da asma infantil são os mesmos da asma em adultos, mas como as vias aéreas das crianças são menores, eles podem se agravar. Entre os mais comuns, podemos listar:

  • Dificuldade em respirar;
  • Tosse frequente;
  • Sibilos e chiado no peito;
  • Respiração encurtada;
  • Congestão no peito;
  • Fadiga constante;
  • Dor no peito, principalmente em crianças menores
  • Dificuldade para acompanhar o ritmo dos amigos em brincadeiras e exercícios.

O alerta vermelho é dado quando os seguintes sintomas aparecem: 

  • Lábios e rosto de cor azulada
  • Nível diminuído de agilidade, como sonolência grave ou confusão, durante um ataque de asma
  • Extrema dificuldade de respirar
  • Pulsação rápida
  • Ansiedade grave devido à deficiência respiratória
  • Sudorese.

Identificando uma crise de asma 

Em caso de uma crise de asma, é preciso agir com rapidez, já que ela pode ser grave e até mesmo fatal. Saiba identificar: 

  • A criança pode respirar rápido, tossir ou apresentar a conhecida chiadeira;
  • As narinas podem se abrir na hora em que ela respira;
  • A área da pele em torno das costelas pode afundar a cada inspiração. O mesmo pode ocorrer na parte inferior do pescoço, logo acima do osso do tórax.

Caso o seu filho ainda não tenha uma medicamento para aliviar o ataque, vá imediatamente ao hospital mais próximo. 

Tratamento

Para impedir que os ataques ocorram, a prevenção e o controle são essenciais. Medicações de uso contínuo, por exemplo, são as mais indicadas para minimizar a sensibilidade e a inflamação dos brônquios, fazendo com que os pulmões reajam com menos intensidade aos agentes irritantes como por exemplo, poeira e ácaros. 

Os broncodilatadores, por outro lado, revertem apenas o quadro de contração dos brônquios. 

Infelizmente, a asma não tem cura, embora os sintomas nos pequenos tendam a melhorar ao longo dos anos devido ao amadurecimento de suas vias respiratórias. Por outro lado, com o autogerenciamento e tratamento adequados, eles podem levar uma vida perfeitamente normal.







Compartilhe





Coloque seu e-mail para receber nossa newsletter

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS